O número corresponde a um aumento de 35% em relação ao ano passado, quando foram notificados 32 casos da infecção

selo

O Rio de Janeiro registrou, entre janeiro e outubro deste ano, um total de 43 casos notificados de pacientes infectados pela superbactéria KPC nos hospitais públicos e privados do Estado. O número corresponde a um aumento de 35% em relação ao ano passado, quando foram notificados 32 casos da infecção.

Segundo o superintendente de Vigilância Ambiental e Epidemiológica da Secretaria estadual de Saúde, Alexandre Chieppe, cerca de 70% do total ocorreu nos últimos dois meses. Ainda de acordo com Chieppe, também foram notificados três casos de óbitos em pacientes que estavam internados em estado grave por alguma outra doença e apresentavam resultado positivo para KPC.

De acordo com Chieppe, está sendo feita uma investigação no local de cada óbito para se estabelecer uma relação entre a morte e a bactéria. Esse estudo deve ser concluído até meados de novembro, segundo o superintendente.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.