Réveillon em quiosques de Copa: preços já estão 30% mais caros

Após anos de polêmica, prefeitura autoriza o fechamento dos espaços para festas em que ingressos variam de R$ 500 a R$ 5 mil

Flávia Salme, iG Rio de Janeiro |

Divulgação/ Quiosque Chopp Brahma
A rede Chopp Brahma conta com quatro estabelecimentos. A area externa do espaço será toda cercada para garantir privacidade a quem comprar ingressos para a festa
Sob a promessa uma festa da virada em um “ambiente exclusivo” e com “vista privilegiada”, em áreas próximas aos palcos principal e Pop Rock, os eventos programados pelos quiosques da orla de Copacabana estão com quase todos os lotes de ingressos esgotados. Os que ainda restam, estão, em média, 30% mais caros.

Apesar de concorridas, as festas são sempre alvo de polêmicas. Embora sejam espaços concedidos em Área de Proteção Ambiental (APA), os concessionários alegam que possuem alvará e não ferem a lei ao reservarem o espaço apenas a quem pagar pela entrada durante a noite de réveillon. Desta vez, para evitar discussão, a prefeitura do Rio autorizou o fechamento do entorno das instalações.

A empresa Orla Rio, que administra mais de 300 quiosques, assegura que não haverá qualquer uso da faixa de areia e do calçadão de Copacabana, embora a maior parte dos quiosques já tenha expandido seus espaços por meio de decks que avançam sobre a área destinada a banhistas.

Ao todo, na orla da praia, 13 quiosques terão eventos exclusivos e restritos a pagantes. O primeiro lote de ingressos para as festas já foi vendido. O segundo terminou nesta terça-feira (28). Ainda restam convites, mas os preços subiram cerca de 30%.

Banheiro poderá ser usado por público da praia

De acordo com a Secretaria de Ordem Pública (Seop), os banheiros desses estabelecimentos poderão ser usados pelo público que assistir a queima de fogos na areia. Segundo a Orla Rio, assim como nos dias normais, basta pagar R$ 1,80 pelo acesso. O espaço poderá ser usado gratuitamente apenas por quem comprou ingresso.

No Quiosque da Mimi, os ingressos individuais do primeiro lote de vendas (encerrado no último dia 12) custaram R$ 380. Contudo, entre o dia 15 e esta terça-feira (28), a entrada para o lounge reservado a 10 pessoas subiu de R$ 3.600 para R$ 4 mil. A partir desta quarta-feira (29) só serão vendidos convites individuais por R$ 500 (acréscimo de R$ 120 desde que as vendas começaram, no início do mês).

Divulgação/ Espaço OX
O lounge subterrâneo do quiosque Espaço OX: lotação máxima de 500 pessoas e atendimento exclusivo para os clientes do camarote
Espaço OX, “único com lounge subterrâneo” também promete “ambiente exclusivo”. Basta desembolsar R$ 340 para ter acesso ao lounge ou R$ 390 pelo direito de sentar em uma mesa. Entre as atrações, apresentação da bateria da União da Ilha do Governador e DJs.

Aos que desejarem passar a virada no camarote do lugar, um espaço para 10 pessoas com direito a “a balde de champanhe a noite toda, uma garrafa de whisky 8 anos e garçom exclusivo”, deve sacar R$ 5 mil da carteira. No OX, a lotação máxima é de 500 pessoas. No cardápio elas terão à disposição opções que vão do bacalhau a Zé do Pipo ao pernil à Califórnia.

No quiosque Baobá, a gerência avisa: “o quiosque será cercado por guarda corpo e plantas, com seguranças exclusivos”. O lugar reservou 36 conjuntos de mesas, garantia de que 144 pagantes poderão assistir a queima de fogos sentados. Quando as vendas começaram, a reserva de um espaço na mesa saía a R$ 150 e no lounge, R$ 120. Agora, para ter assegurado um assento é preciso descolar R$ 350 e R$ 320, respectivamente.

No quiosque Bar e Champanheria Copacabana, os avisos também fazem questão de ressaltar o isolamento do deck “com plantas e cercas, além de seguranças e recepcionistas bilinques e banheiros privativos”. Para os clientes que desembolsarem entre R$ 280 e R$ 450, uma garrafa de espumante por casal ou meia para quem for brindar sozinho.

No quiosque Chopp Brahma, que tem quatro unidades na praia, a ordem para a festa é a mesma: “Total segurança com acesso restrito”. Pelo convite individual e lugar e mesa marcados, R$ 400. Acesso apenas ao espaço lounge, R$ 300.

Como bem lembra o quiosque Siri Mole, outro que oferece na praia opções VIP durante a virada do ano, todos os clientes que chegam para a festa ganham uma pulseira, que garante o direito a idas e vindas entre a areia e a “cerca VIP”.

    Leia tudo sobre: réveillonquiosquepraiaqueima de fogosfesta

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG