Ressaca no mar causou estragos no Rio no final de semana

Ciclone associado a uma frente fria deixou o mar agitado

iG Rio de Janeiro |

Agência O Globo
Onda assusta gari na Praia do Arpoador, na zona sul do Rio, nesta segunda-feira
A ressaca no mar que atingiu o litoral do Rio de Janeiro no domingo (5) causou estragos na Praia de Piratininga, no município de Niterói, na Região Metropolitana da capital fluminense. As ondas fortes destruíram parte do muro de proteção e escadas da orla.

No Rio, o mar tomou a faixa de areia da Praia do Arpoador, na zona sul da cidade. De acordo com o Centro de Hidrografia da Marinha, devido à ressaca, as ondas chegaram a atingir de três metros a três metros e meio de altura.

Segundo o órgão, a ressaca foi causada pela associação da frente fria que passou pelo Rio com um ciclone extratropical que estava no litoral. O ciclone formava grandes ondas no oceano, dando origem à ressaca.

O fenômeno, entretanto, já foi desfeito, de acordo com o Centro de Hidrografia da Marinha. Nesta segunda-feira (6), as ondas no Rio atingem a altura máxima de dois metros de altura e tendem a diminuir ainda mais para amanhã.

A ressaca deste domingo (5) havia sido alertada pela Marinha na sexta-feira (3). Na semana passada, uma forte ressaca no mar causou estragos no Rio e em Niterói. No município de Maricá, um pescador morreu depois que o barco onde ele estava virou. Na ocasião, as ondas chegaram a atingir quatro metros de altura.

Recorde de frio

A cidade do Rio de Janeiro registrou durante a madrugada desta segunda-feira (6) o recorde de frio deste ano. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia, os termômetros marcaram 9ºC no Campo dos Afonsos, na zona oeste da capital fluminense. Na mesma região, na Vila Militar, foi registrada a temperatura de 9,6ºC. A zona oeste do Rio é conhecida por marcar as temperaturas mais altas durante o verão.

Na Praça Mauá, no centro do Rio, a temperatura mínima nesta segunda-feira foi de 14,8ºC. Na região do bairro do Alto da Boa Vista, geralmente o lugar mais frio do Rio, a temperatura mínima foi de 10,7ºC.

As baixas temperaturas foram provocadas pela forte massa de ar polar que invadiu o centro-sul do Brasil. Esta intensa onda de frio já estava sendo esperada e avança nesta segunda-feira para Brasília e o norte de Minas Gerais.

Estado do Rio

O ar polar também foi sentido na madrugada desta segunda-feira (6) no restante do Estado do Rio. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou apenas 1ºC no município de Nova Friburgo. Em Teresópolis, a temperatura mínima foi de 5,6ºC.

No Pico do Couto, na Serra dos Órgãos, fez 3ºC. Em um dos pontos de Resende, a temperatura chegou aos 7,6ºC. No litoral sul, Paraty registrou 11,7ºC. Na região da Marambaia os termômetros marcaram 12,1ºC.

    Leia tudo sobre: ressacamarmarinhaondasmeteorologia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG