Recompensa sobre paradeiro dos assassinos de modelo na Rocinha é de R$ 2 mil

Disque-Denúncia dobra recompensa sobre informações que levem à prisão suspeitos de terem assassinado duas jovens em comunidade

iG Rio de Janeiro |

O Disque-Denúncia dobrou a recompensa para quem der informações que levem à prisão os suspeitos de terem assassinado a modelo Luana Rodrigues de Sousa , 20 anos, e sua amiga Vanessa de Oliveira, 25 anos, na Rocinha. Anteriormente o Disque-Denúncia estava pagando R$ 1 mil, mas aumentou esta recompensa para R$ 2 mil.

Divulgação
Principais suspeitos procurados pela morte de duas jovens
De acordo com a polícia, Luana transportava drogas para os traficantes da Rocinha e foi sentenciada à morte em julho deste ano, após uma carga de maconha ter sido perdida. Já Vanessa teria sido morta pelo mesmo bando porque acompanhava a modelo.

O então chefe do tráfico de drogas da Rocinha, Antonio Francisco Bonfim Lopes, o Nem, é apontado pela Polícia Civil como o principal mandante dos crimes. Nem foi preso na última quarta-feira (9) , durante uma blitz policial.

No cartaz divulgado pelo Disque-Denúncia há o nome de cada acusado e a quantia oferecida como recompensa por pistas que levem ao paradeiro dos criminosos. Além de Nem, Anderson Rosa Mendonça, o Coelho, também está preso. Restam ainda Tiago de Sousa Cheru, o Dorey, Rodrigo Belo Ferreira, o Rodrigão, e Ronaldo Patrício da Silva, o Ronaldinho. Todos tiveram a prisão decretada pela 3ª Vara Criminal da Capital.

Quem tiver informações poderá entrar em contato pelo telefone (21) 2253-1177. O anonimato é garantido.

    Leia tudo sobre: nemrocinhatráfico de drogas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG