Um ex-policial também foi preso. Homem ligado a contraventor Rogério Andrade era sargento do Corpo de Bombeiros

Quatro policiais militares, um ex-PM e um homem foram presos na manhã desta quinta-feira (31) durante uma operação da Divisão de Homicídios para capturar suspeitos de ligação com o assassinato, no ano passado, de um sargento do Corpo de Bombeiros que era responsável pela segurança do bicheiro Rogério Andrade, segundo informações da Polícia Civil do Rio de Janeiro.

Na mesma operação, um policial civil também foi preso mas não foi informado se ele também tem ligação com o crime.

O sargento do Corpo de Bombeiros Antônio Carlos Macedo , foi assassinado com vários tiros de fuzil e pistola enquanto dirigia sua moto, modelo Harley-Davidson, no dia 10 de novembro, no Recreio dos Bandeirantes.

Macedo passava pela avenida Sernambetiba, sentido Barra da Tijuca, na praia da Reserva. De acordo com policiais militares, homens que estavam em um carro fizeram vários disparos contra o bombeiro e fugiram.

Para despistar a PM, trocaram de veículo e atearam fogo no carro que usaram para o crime, em uma via perto do local onde Macedo fora morto.

Rogério Andrade é um dos principais contraventores do Rio de Janeiro. Sua área de atuação se concentra em bairros da zona oeste da capital.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.