Quase 3 mil crianças estão sem casa em Teresópolis, no RJ

Juiz garante que visitou os menores ontem e que todos estão com algum parente

AE |

A cidade de Teresópolis, na região serrana do Rio de Janeiro, tem 2.982 crianças e adolescentes tirados de suas casas pelas chuvas. Segundo garantiu o juiz da 2.ª Vara de Família, José Ricardo Ferreira de Aguiar, à ministra Maria do Rosário, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência, que visitou as crianças na quarta-feira, todas estão com algum parente. A maioria foi para a casa de amigos ou para abrigos e está com pelo menos um dos pais. Não há dados finais das outras cidades atingidas pelas chuvas no Rio.

Entre os que perderam os pais, sobrou ao menos um familiar, que agora faz o papel de guardião. O juiz Aguiar chamou de "levianas" as denúncias anônimas de maus-tratos a menores. Já a ministra ressaltou que é preciso encarar os abrigos como um espaço transitório, e que as crianças têm de ir à escola quando o ano letivo começar. Ela não soube dizer se há crianças longe dos pais.

Para a ministra, não é o caso de pensar em uma política de adoção, pois as crianças devem ser cuidadas pelas próprias famílias. Futuramente, de acordo com o caso, segundo ela, pode-se recorrer ao Programa Família Acolhedora, que já está em funcionamento no Estado. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: tragédiario de janeirodeslizamentodesabrigados

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG