"Próxima UPP do Rio será no Borel", afirma Cabral

Segundo governador, ocupação irá trazer paz para moradores da Tijuca

Anderson Dezan, iG Rio de Janeiro

O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), informou nesta segunda-feira que a próxima comunidade que irá receber uma Unidade de Polícia Pacificadora será o Morro do Borel, na Tijuca, na zona norte da capital fluminense. A afirmação foi feita durante a inauguração da UPP no Morro da Providência, no centro do Rio.

“Vamos iniciar na quarta-feira o processo de ocupação no Morro do Borel, levando tranquilidade ao povo da Tijuca e aos moradores dessa comunidade. Aquela região sofreu muito com a presença dos criminosos. Um bairro tão importante, com tantas tradições, que infelizmente teve suas comunidades carentes dominadas pelo poder paralelo”, disse Cabral.

De acordo com o governador, a Polícia Militar possui atualmente aproximadamente 700 agentes disponíveis para as próximas implantações de UPPs. Uma formatura de novos soldados está prevista para julho. “Isso vai permitir que avancemos em outras áreas. Mas, nesse primeiro momento, nosso foco é a Tijuca, começando pelo Morro do Borel”, garantiu.

© AP
Policial é observado por moradores durante inauguração da UPP no Morro da Providência
Morro da Providência

Primeira favela do Rio de Janeiro, o Morro da Providência ganhou nesta segunda-feira a sua UPP. A sede da unidade ficará instalada em uma antiga creche. Segundo o comandante da UPP, capitão Glauco Schorcht, 200 homens irão atuar na favela, divididos em quatro turnos. Moradores do local terão que se adequar a algumas novas regras, como a proibição de bailes funk.

“Estamos quebrando o paradigma imposto pelo tráfico de guerra”, avaliou o secretário estadual de Segurança, José Mariano Beltrame. “Agora podemos visitar essa comunidade sem medo de levar um tiro de bala perdida ou encontrar um marginal desvairado”, completou Cabral.

Para o governador, a inauguração da UPP no Morro da Providência é peça fundamental para que o projeto de recuperação da zona portuária do Rio, localizada ao lado da comunidade, seja bem sucedido. “Sem a segurança necessária, a revitalização estaria totalmente prejudicada. Essa é uma área com grande potencial turístico e a presença da segurança é vital para que isso se desenvolva”, disse.

Histórico

O Morro da Providência é a sétima comunidade a ser pacificada no Rio. Atualmente, o modelo está implantado nas favelas Dona Marta, Jardim Batam, Cidade de Deus, Chapéu Mangueira-Babilônia, Cantagalo-Pavão Pavãozinho e Ladeira dos Tabarajaras.

De acordo com a secretaria de Segurança do Rio, até o final de 2010, o Rio irá contabilizar 15 UPPs. Com as novas ocupações, as unidades irão utilizar um efetivo total de 3.850 policiais, beneficiando cerca de 210 mil moradores de 59 comunidades.

    Leia tudo sobre: UPPMorro da ProvidênciaMorro do Borel

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG