Promotoria quer que Light pague multa de R$ 100 mil por explosões de bueiros

Pena seria aplicada no caso de incidente provocar morte, lesão corporal ou danos ao patrimônio público e privado

iG Rio de Janeiro |

Custódio Coimbra/Agência O Globo
Desde o último sábado, três bueiros explodiram na cidade do Rio de Janeiro
O Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro quer que a Light pague uma multa de R$ 100 mil para cada explosão de bueiro que provoque lesões corporais (leve, grave ou gravíssima), mortes ou danos ao patrimônio público ou privado.

Desde o último sábado (26), pelo menos três galerias subterrâneas da empresa explodiram na capital. Hoje pela manhã, saiu fumaça de um bueiro na rua México, no centro.

A multa a ser imposta à Light faz parte de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que será assinado pela empresa e o Ministério Público por determinação da Justiça.

A Light queria que a multa fosse aplicada apenas se a explosão dos bueiros provocassem morte ou lesão corporal, mas a proposta foi rejeitada pela Promotoria.

A direção da concessionária vai avaliar a proposta do Ministério Público e tem até a próxima quarta-feira (6) para dar uma resposta. Caso não dê retorno, os promotores vão pedir à Justiça que a empresa pague multa de R$ 1 milhão.

O TAC prevê ainda um cronograma em que a Light se comprometa a reformar 4 mil câmaras subterrâneas nos próximos dois anos, com monitoramento centralizado e o uso de sensores eletrônicos de gás, de água e de presença humana para prevenir novos acidentes.

Em nota, a empresa informou que está estudando a aquisição, para testes, de tampas de câmaras subterrâneas que possuem um sistema que evita o seu deslocamento em caso de anormalidades na rede elétrica.

direção e terá até a próxima quarta-feira (6) para

    Leia tudo sobre: explosãobueirosLightmulta

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG