Promotoria pede arquivamento de inquérito contra Allan Turnowski

Ex-chefe da Polícia Civil era investigado por supostamente avisar a policial que ele era alvo de operação da Polícia Federal

iG Rio de Janeiro |

O Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro pediu à Justiça o arquivamento do inquérito que apurava suposto vazamento de informação das investigações da Operação Guilhotina por parte do ex-chefe da Polícia Civil delegado Allan Turnowski.

Turnowski vinha sendo investigado por ter supostamente avisado a um inspetor que ele era alvo da operação. A Promotoria alegou que não há provas contra o ex-chefe da Polícia Civil.

Deflagrada pela PF (Polícia Federal), a Operação Guilhotina resultou na prisão de cerca de 40 pessoas em fevereiro, a maioria de PMs e policiais civis.

Os suspeitos são investigados por vazamento de informações de operações policiais, tráfico de armas, corrupção, apropriação indébita de bens apreendidos durante a ocupação no Complexo do Alemão, além de ligação com milícias e segurança de casas de bingo.

No mês passado, a Justiça concedeu pedido de liberdade aos presos, entre eles o delegado Carlos Antônio Oliveira, ex-subchefe da Polícia Civil.

Dias depois de ter surgido a suspeita contra Turnowski, ele acabou sendo exonerado do cargo e foi substituído pela delegada Martha Rocha.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG