Promotoria denuncia dois bombeiros e um PM por extorsão no Rio

Os três suspeitos exigiram de vítima o pagamento de R$ 2.600 e a ameaçaram com uma arma. Caso ocorreu no início do mês

iG Rio de Janeiro |

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro ofereceu denúncia nesta quinta-feira (26) contra dois bombeiros e um policial militar que são acusados de extorsão e agiotagem.

Segundo a Promotoria, no último dia 5, em Japeri, na Baixada Fluminense, os três suspeitos exigiram de um homem o pagamento de R$ 2.600 mediante ameaça com arma de fogo.

A vítima, segundo a denúncia, havia contraído um empréstimo de R$ 2 mil com um dos militares e a dívida teria que ser quitada em 30 dias. Do contrário, seria cobrado 30% de juros.

De acordo com o Ministério Público, o militar exigiu o pagamento antes do fim do prazo e a vítima declarou que não tinha o dinheiro na hora.

Com isso, os três suspeitos foram até a casa do homem. Eles quebraram uma janela. O PM ameaçou a vítima com uma pistola enquanto os bombeiros reviravam a residência à procura do dinheiro. Os militares ainda disseram que levariam o dono da casa para um cativeiro.

A mulher da vítima conseguiu fugir e avisou PMs, que prenderam os três suspeitos em flagrante.

O Ministério Público Estadual aguarda que a Justiça acate a denúncia. Só a Auditoria da Justiça Militar abriu, desde 2006, 148 processos contra 398 PMs acusados pelos crimes de corrupção, extorsão e roub o. 56 policiais foram condenados em 1ª instância.

Destes condenados, quatro conseguiram promoção por tempo de serviço na corporação, segundo um levantamento feito pelo iG .

    Leia tudo sobre: bombeirosPMpresosextorsãoRio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG