Programação da Cidade do Samba é suspensa

Visitação pública ao espaço cultural também foi interrompida

iG Rio de Janeiro |

A Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) suspendeu por tempo indeterminado a programação na Cidade do Samba por causa do incêndio ocorrido no espaço na última segunda-feira (7). As apresentações do espetáculo “Forças da Natureza” e do “Botequim da Cidade do Samba” programadas para as próximas semanas foram canceladas. A visitação pública também foi interrompida.

Em nota, a Liesa afirmou que “está se empenhando em ajudar as agremiações afetadas a retomarem suas atividades de produção de fantasias e alegorias, torcendo para que a normalidade se restabeleça o mais breve possível”.

Na terça-feira (8), o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP-RJ) instaurou um inquérito para apurar as causas do incêndio ocorrido na Cidade do Samba, na zona portuária da capital fluminense.

De acordo com o MP, a instauração foi feita após o órgão ter recebido a informação de que o incidente teria acontecido devido a falhas no sistema preventivo de incêndios.

Ajuda

A Prefeitura do Rio anunciou na terça-feira (8) que irá liberar ajuda financeira de R$ 3 milhões para as escolas de samba que tiveram o barracão destruído no incêndio na Cidade do Samba.

A Grande Rio, escola mais afetada pelo incêndio, irá receber R$ 1,5 milhão. Já a Portela e a União da Ilha vão receber R$ 750 mil cada. A assessoria de imprensa da prefeitura não informou quando a verba será liberada, mas disse que será "o mais rápido possível".

    Leia tudo sobre: incêndiocarnavalcidade do samba

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG