Professora ameaçou usar fuzil contra alunos em escola do Rio

À Secretaria de Educação, ela contou que foi uma brincadeira. Fato ocorreu no mesmo dia do massacre em Realengo

iG Rio de Janeiro |

No mesmo dia do massacre na Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na zona oeste do Rio de Janeiro, uma professora de um colégio público localizado em Santa Cruz, na mesma região, escreveu no quadro negro durante uma aula que usaria um fuzil AR-15 automático contra os estudantes para que eles ficassem quietos. A informação foi confirmada pela Secretaria Municipal de Educação da capital.

O fato, segundo a pasta, ocorreu na Escola Municipal Bento do Amaral Coutinho na última quinta-feira (7), data em que 12 estudantes foram assassinados em Realengo por Wellington Menezes de Oliveira, que se matou após os crimes.

A Secretaria de Educação informou ter aberto uma sindicância para apurar a conduta da professora e que considera inaceitável a postura da funcionária.

A professora, de acordo com a pasta, se reuniu com representantes da secretaria e disse que foi apenas uma brincadeira e que se desculpou com alunos.

    Leia tudo sobre: professoraameaçaalunosRio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG