Professor universitário e filho são presos com 108 pés de maconha

A dupla vendia a droga que era cultivada dentro de casa, diz polícia. Veja vídeo da plantação

Bruna Fantti, especial para o iG |

nullPoliciais da 17°DP (São Cristóvão) prenderam, na tarde desta terça-feira (21), o engenheiro de sistemas e professor universitário Francisco Aurélio de Souza Grossi, 67, e o seu filho, o jornalista Gustavo Grossi, de 31 anos, acusados de tráfico de drogas. 

Os dois cultivavam 108 pés de maconha na cobertura de um prédio onde moravam, localizado na rua Guilherme Almeida, esquina com Jorge Cabral, no Recreio dos Bandeirantes, zona oeste do Rio. Os agentes chegaram ao local através de uma informação passada à delegacia.

De acordo com a delegada Valéria Castro, no momento da prisão os dois afirmaram que a droga era para consumo próprio, mas a titular da delegacia de São Cristóvão, acredita que não. "Era tudo mantido em uma estufa, com temperatura controlada, para manter a qualidade do entorpecente. Além disso, a quantidade apreendida não deve ser só para consumo próprio", disse.

Os dois serão encaminhados ainda nesta terça-feira para uma unidade da Polinter.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG