Procuradora é condenada a 8 anos de prisão por torturar criança

Vera Lúcia foi denunciada por empregados por maltratar uma menina de apenas dois anos que estava sob sua guarda, no Rio de Janeiro

AE |

A procuradora aposentada Vera Lúcia Sant'Anna Gomes, de 67 anos, foi condenada nesta quinta-feira a oito anos e dois meses de prisão. Por ser de primeira instância, a defesa da procuradora pode recorrer da decisão. Vera Lúcia é acusada de torturar uma menina de dois anos que estava sob sua guarda provisória em processo de adoção.

iG São Paulo
Procuradora aposentada ainda pode recorrer da condenação

O caso de tortura foi denunciado pelos empregados da procuradora. Eles afirmaram que ela agredia fisicamente a menina. A criança foi encontrada pelo Conselho Tutelar no apartamento de Vera Lúcia com sinais de maus-tratos. Laudos comprovaram as agressões.

Vera Lúcia se entregou à Justiça no dia 13 de maio e foi levada para o Complexo Penitenciário de Bangu, no Rio de Janeiro. O advogado da procuradora, Jair Leite Pereira, não foi encontrado para comentar a decisão.

    Leia tudo sobre: procuradoracondenaçãocriança torturada

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG