Presos dois PMs acusados de homicídio na Baixada Fluminense

Policiais teriam efetuado tiro durante blitz e carbonizado carro com a vítima para ocultar o crime

iG Rio de Janeiro |

Dois policiais militares do 21º BPM (São João de Meriti) foram presos acusados de terem assassinado um homem, na madrugada da última quarta-feira, em Vila dos Teles, na Baixada Fluminense. O corpo da vítima foi encontrado carbonizado dentro do seu próprio carro.

De acordo com policiais da 64ª DP (São João de Meriti), a esposa da vítima registrou o seu desaparecimento de outras duas pessoas que estavam com ele. Um dos desaparecidos foi localizado e afirmou que o veículo onde estavam, por volta de 2h da manhã, foi abordado em uma blitz.

Leia também : Ex-jogador acusado de matar ex-mulher é condenado

"Ele disse que durante a revista policial um tiro foi disparado e ele correu. A terceira pessoa que estava no veículo ficou com os policiais, mas teria sido liberada depois", afirmou ao iG um dos inspetores da 64ª DP.  Ainda segundo o inspetor, a outra testemunha do homicídio entrou em contato com a delegacia e passa bem, mas ainda não se apresentou para prestar depoimento.

Cerca de 12 horas depois da abordagem, o corpo da vítima foi encontrado carbonizado dentro do próprio veículo, em Belford Roxo, município também localizado na Baixada Fluminense.

No final da noite desta quarta-feira, o comandante do 21º BPM, tenente-coronel Marcelo Rocha, informou que o GPS da viatura dos policiais foi verificado. O equipamento apontou a presença da viatura usada pelos policiais presos no local do crime.

Os dois foram indiciados por homicídio qualificado e ocultação de cadáver e ficarão presos preventivamente por 72 horas.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG