Presos do Rio transferidos para o Paraná estão no RDD

Seis presos chegaram no início da madrugada desta sexta-feira à penitenciária de Segurança Máxima do Paraná

Bruna Fantti, iG Rio de Janeiro |

Seis homens presos durante as ações das forças de segurança no Complexo do Alemão, na zona norte do Rio, que chegaram no início da madrugada desta sexta-feira no presídio de segurança máxima de Catanduvas, no Paraná, estão no chamado RDD (Regime Disciplinar Diferenciado).

Entre os detidos está Elizeu Felício de Souza, de 31 anos, um dos assassinos do jornalista Tim Lopes.

Segundo a secretaria de Administração Penitenciária (Seap), os outros detentos transferidos na noite de quinta-feira foram: Ricardo Severo, o Faustão; Emerson Ventapane da Silva, o Mão; Emerson Siqueira Rosa, o Neguinho; Marcos Vinícius da Silva, o Lambari e Tássio Fernando Faustino, o Branquinho.

Todos os presos vão ficar isolados em suas celas 22 horas por dia. Neste regime, os detentos têm direito a visitas apenas de seus advogados, sem contato direto. O RDD está previsto pela Lei de Execução Penal, e pode se estender por 360 dias, se não exceder um sexto da pena.

    Leia tudo sobre: catanduvaspresoszeu

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG