Prefeitura do Rio anuncia R$ 270 milhões em obras no Complexo do Alemão

Investimentos também irão contemplar o Complexo da Penha e oito bairros do entorno

iG Rio de Janeiro |

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, e o governador Sérgio Cabral apresentaram nesta quinta-feira (3) um plano de obras emergenciais e serviços municipais para os complexos de favelas do Alemão e da Penha, ocupadas desde novembro do ano passado pelo Exército. No total, as intervenções custarão cerca de R$ 270 milhões aos cofres municipais.

Beth Santos
Paes e Cabral anunciam investimentos para os complexos do Alemão e da Penha
De acordo com a Prefeitura do Rio, o plano obedece a um plano de metas regionalizado, desenvolvido exclusivamente para os complexos da Penha e Alemão e para os bairros do entorno (Penha, Penha Circular, Bonsucesso, Olaria, Ramos, Engenho da Rainha, Inhaúma e Vila Kosmos).

O projeto foi montado em parceria com a ONG “Rio Como Vamos”, que destacou os dois pontos mais importantes para a região: o preenchimento de 1,8 mil vagas de creches e o aumento da cobertura do programa saúde da família.

Segundo a presidente da ONG, Rosiska Darcy de Oliveira, esta cobertura na área é hoje de pouco mais de 6% e a meta é chegar até 2012 a 53%. No momento, os dois complexos contam com três clínicas da família já em funcionamento e nesta quinta-feira começaram as obras de mais duas, uma Inhaúma e outra no Grotão.

“O que estamos fazendo aqui é um conjunto de intervenções nas áreas da saúde, educação, esporte, cultura, habitação, conservação, obras, meio ambiente e trabalho e renda. É o primeiro passo para o exercício pleno da cidadania”, disse Paes.

As obras prevêem ainda a reforma de três quadras esportivas e duas escolas; obras de contenção de encosta em 37 pontos e desassoreamento em quatro rios, instalação de novos pontos de iluminação; a criação de uma Arena Carioca (nova versão das Lonas Culturais, com espaço para shows e espetáculos de teatro e oficinas); a construção de um mercado popular com 47 lojas e dois quiosques; e a recuperação da Igreja da Penha com a construção de dois planos inclinados sobre trilhos.

    Leia tudo sobre: complexo do alemãoinvestimentosobras

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG