'Prédio teria dado sinais de que iria desabar', diz secretário

Para coronel Sérgio Simões, suspeita recai pelo fato de corpos terem sido achados no corredor ou escada

Anderson Dezan, iG Rio de Janeiro |

AP
Bombeiros continuam nas buscas por desaparecidos na tragédia ocorrida no centro carioca
O secretário estadual de Defesa Civil do Rio de Janeiro, coronel Sérgio Simões, afirmou na tarde desta sexta-feira (26) que suspeita que o prédio teria dado sinais que iria desabar antes mesmo de acontecer a tragédia. Onze mortes já foram confirmadas.

Entenda o caso : Três prédios desabam no centro do Rio de Janeiro

Segundo ele, a desconfiança vem pelo fato de pelo menos três corpos terem sido encontrados na parte das escadas e os demais no corredor. Para o oficial, se a queda dos prédios tivesse sido rápida, não daria tempo de as pessoas terem saído das salas e tentado fugir.

Simões afirmou que as buscas chegaram agora na parte mais perigosa onde está o concreto original do prédio que continua preso e pode desabar.

Leia também : "Bolsões de ar dão esperanças a parentes"

De acordo com o oficial, os 11 corpos encontrados até agora estão muito machucados, o que indica que as pessoas sofreram politraumatismo.

"Isso demonstra que houve um forte impacto na estrutura", disse o coronel.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG