Praias do Rio têm manhã de ressaca

Ondas de até 4 metros chegaram a ocupar toda a faixa de areia em Copacabana, na zona sul. Não há previsão de chuva forte

iG Rio de Janeiro |

Agência O Globo
Mar ocupa toda a areia da praia de Copacabana, na zona sul do Rio
A ressaca não deu chance para os banhistas nas praias do Rio neste domingo (29). As ondas chegaram a cerca de 4 metros de altura, de acordo com o Centro de Hidrografia da Marinha.

No amanhecer, as ondas ocuparam toda a faixa de areia na praia de Copacabana, na zona sul. Os quiosques da praia foram atingidos e os depósitos e banheiros subterrâneos ficaram alagados.

O mar invadiu as ciclovias e as avenidas Atlântica (Copacabana) Vieira Souto (Ipanema) e Delfim Moreira (Leblon). Segundo o Centro de Operações da prefeitura do Rio, só no Leblon, cerca de 30 garis e dois tratores trabalharam na retirada da areia . Em Ipanema, o mar tomou a faixa de areia da Praia do Arpoador, que teve seu calçadão interditado.

Em Niterói, na região metropolitana, a força das ondas destruiu parte do calçadão da Praia das Flechas, na divisa dos bairros do Ingá e de Icaraí.

O inspetor de qualidade Phillipe Andrews Santos, de 24 anos, veio de São Paulo com primos e amigos para o fim de semana no Rio. Como não conseguiu ir à praia no sábado, foi até o Leblon hoje na expectativa de aproveitar o mar. "Não deu para 'pegar praia', então vou ter de pegar a (Rodovia Presidente) Dutra", estrada que liga Rio e São Paulo.

Previsão do tempo

O Centro de Operações do Rio de Janeiro prevê que a ressaca permaneça até amanhã de manhã.

Apesar da ressaca e da frente fria, não há previsão de temporal. A cidade está em estado de vigilância, que significa a previsão de chuvas fracas ou ausência de chuvas. Para amanhã, não há previsão de chuvas.


 Com Agência Estado

    Leia tudo sobre: ressaca

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG