Porto Maravilha: Três prédios de moinho são implodidos no centro

Implosão faz parte de projeto de revitalização da zona portuária da cidade

iG Rio de Janeiro |

Três prédios foram implodidos na manhã deste domingo (26) como parte do projeto da Prefeitura de revitalizar a zona portuária da cidade. Duzentos e cinquenta quilos de dinamite foram suficientes para colocar abaixo, em sete segundos, dois edifícios de altura equivalente a oito andares e um com cerca de cinco.  

As construções, que faziam parte do Moinho Marilu, darão lugar a um prédio corporativo de 20 andares, orçado em R$ 250 milhões, que deverá ficar pronto até o final de 2013. É a primeira obra dentro do projeto de revitalização dessa área . O prefeito Eduardo Paes acionou a demolição.

Para realizar a implosão às 6h35, 190 funcionários da CET-Rio e da guarda municipal fizeram, entre 5h e 9h, um isolamento atingindo um raio de 250 metros do local - localizado entre a Avenida Brasil e a Rodoviária Novo Rio. Os viadutos da Perimetral e do Gasômetro foram interditados. Com isso, apesar do horário, o trânsito chegou a ficar lento na Avenida Brasil.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG