Polícias realizam operações para impedir fuga de traficantes

Denúncia de que bandidos de favelas de Santa Teresa estariam fugindo para região metropolitana desencadeou série de operações

iG Rio de Janeiro |

Policiais do Batalhão de Operacões Policiais Especiais (BOPE) e do 12º BPM (Niterói) realizaram, no início da manhã desta quinta-feira (3), uma operação em três favelas de Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro.

De acordo com o comandante do Bope, tenente-coronel Wilman René, havia uma denúncia de que supostos traficantes do Complexo do São Carlos, no Rio, tentariam migrar para aos morros do Serrão, Boavista e Juca Branco, localizados no bairro do Fonseca, em Niterói.

Isso porque, desde o último dia 28, a polícia militar realiza operações em favelas de Santa Teresa e imediações , inclusive no Complexo do São Carlos, para a implantação de uma UPP (Unidade de Polícia Pacificadora). 

Após cerca de duas horas de operação, cerca de 55 policiais saíram da comunidade sem presos ou apreensões. Não houve troca de tiros.

Blitz para impedir fuga

Durante a madrugada, policiais militares do batalhão de São Gonçalo (7°BPM), com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), realizaram operações de trânsito nas principais vias de acesso ao município de São Gonçalo, também na Região Metropolitana do Rio.

Uma denúncia de que traficantes estariam deixando o Rio de Janeiro para se refugiar nos municípios de Niterói e São Gonçalo foi passada para o Núcleo de Operação Especiais (NOE) da PRF.

Ainda segundo a denúncia, supostos traficantes iriam aproveitar o aumento do fluxo de veículos na Ponte Rio-Niterói devido ao retorno de torcedores que foram ao jogo de Flamengo e Nova Iguaçu, pela Taça Guanabara, no estádio do Engenhão.

    Leia tudo sobre: UPPSANTA TERESANITERÓIBOPE

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG