Policial militar fica ferido durante confronto em favela pacificada

Soldado foi operado, mas pode ficar paraplégico porque bala atingiu a coluna

iG Rio de Janeiro |

O policiamento está reforçado neste domingo (11) no Morro do Fallet, no Rio Comprido, zona norte do Rio de Janeiro. Na noite de sábado (10), um confronto na comunidade entre policiais militares e criminosos deixou um agente ferido.

O reforço no patrulhamento conta com soldados do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e do Batalhão de Choque. O Morro do Fallet possui uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) desde fevereiro deste ano.

O confronto ocorreu na localidade conhecida como “Cajueiro”. PMs da UPP faziam uma ronda na região quando desconfiaram de um grupo de aproximadamente dez pessoas. Durante a abordagem, um dos suspeitos atirou contra os agentes. Houve perseguição, mas os criminosos conseguiram fugir.

O soldado ferido foi encaminhado para o Hospital Central da Polícia Militar. De acordo com a unidade, o paciente passou por uma cirurgia e não corre risco de morte. Seu quadro é considerado estável, mas ele corre risco de ficar paraplégico porque a bala teria atingido a coluna.

Outra favela com UPP também registrou confronto no sábado. À tarde, oito homens foram presos no Morro da Providência após uma troca de tiros com traficantes. A partir de uma denúncia, PMs foram até uma casa abandonada que estava sendo usada como ponto de venda de drogas.

Mais cedo, o secretário estadual de Segurança, José Mariano Beltrame, disse que a polícia não sairá mais das comunidades pacificadas. "O Estado estará aqui para enfrentar qualquer problema que vier a acontecer”, declarou ele, durante uma festa em Santa Teresa, área que abriga UPPs.

* com informações da Agência Brasil

    Leia tudo sobre: UPPmorro do falletfavela pacificadatiroteioPM

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG