Policiais envolvidos em tiroteio em São Conrado serão premiados

Comandante do 23°BPM (Leblon) afirmou que pretende promover os policiais por bravura

iG Rio de Janeiro |

O comandante do 23°BPM (Leblon), Rogério Leitão, afirmou que pretende premiar por bravura os quatro policiais militares que, segundo a corporação, em um primeiro momento tentaram deter sozinhos um grupo de cerca de 50 traficantes da Rocinha, em São Conrado, no sábado (21).

O oficial também disse que os policiais possivelmente serão homenageados pelo comando-geral da corporação, pela sua atuação no episódio. “Internamente serão reconhecidos, é certo. Falei com os PMs, e o comandante-geral veio ao batalhão incentivar os homens e lhes dar parabéns pela ocorrência e pela coragem absurda.”

De acordo com o comandante da unidade, nenhum PM soube precisar o número de bandidos envolvidos no tiroteio, mas a estimativa é de que variasse de 50 a 70 pessoas. O tenente-coronel também afirmou não saber quem disparou primeiro – o setor de relações públicas da corporação alega que foram os criminosos.

Assim, de acordo com a versão oficial da PM, um grupo inicialmente de quatro policiais e, depois de 15, enfrentou esse bando de traficantes, fortemente armados.

A PM não deve fazer nenhuma operação de maior vulto na Rocinha, neste primeiro momento, informou Rogério Leitão. “É necessário muito planejamento, informação, muito cuidado. Se um civil não ligado ao tráfico morre, já é suficiente para a ação não ter sido de pleno sucesso.”

    Leia tudo sobre: bravurapoliciaistraficantesRocinha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG