Polícia prende padrasto suspeito de espancar enteado de 1 ano e 5 meses

Agressão teria ocorrido porque bebê estava chorando

iG Rio de Janeiro |

Policiais civis da 50ª DP (Itaguaí) prenderam no final da manhã desta quarta-feira (23) o homem suspeito de ter espancado o enteado, um bebê de 1 ano e cinco meses , no município de Itaguaí, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. De acordo com a polícia, Eliéser da Silva Castro teria agredido a criança porque ela estava chorando.

O crime aconteceu na madrugada da última quarta-feira (23). Segundo o depoimento da mãe da criança, o homem bateu com um tamanco no seu filho. Ao chorar mais alto, o bebê foi novamente agredido, só que dessa vez com um pedaço de madeira.

Após a agressão, o padrasto também teria impedido que a mãe da criança saísse de casa com o filho para buscar atendimento médico, trancando os dois. Os dois só foram liberados quase 36 horas depois com a ajuda de um vizinho, que acionou a polícia.

Com a chegada dos agentes, Eliéser fugiu e estava foragido desde então. A polícia já pediu a prisão temporária do suspeito, que irá responder pelos crimes de tentativa de homicídio duplamente qualificado, lesão corporal e cárcere privado. Ele já tinha três passagens pela polícia.

A vítima sofreu um traumatismo craniano e está internada na Unidade de Pronto Atendimento 24h (UPA) de Itaguaí. De acordo com os médicos, o bebê foi submetido a exames, medicado e passa bem. Ele ainda não recebeu alta devido a uma solicitação feita pelo Conselho Tutelar, que acha melhor o bebê continuar sob cuidados médicos durante o trabalho da Polícia Civil.

    Leia tudo sobre: violênciaagressãobebêmenor

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG