Menina está com marcas de queimaduras pelo corpo feitas com ferro quente

Policiais civis da 28ª DP (Campinho) prenderam na madrugada desta sexta-feira um homem suspeito de ter torturado a própria sobrinha, de 5 anos.A menina apresenta marcas de queimaduras pelo corpo, que teriam sido feitas com ferro quente.

Sirlei Ferreira do Nascimento, de 38 anos, foi detido em sua casa na Praça Seca, em Jacarepaguá, zona oeste do Rio de Janeiro. Segundo a polícia, alguns dentes da criança foram arrancados, possivelmente com um alicate. Não há informações sobre o estado de saúde da criança.

A mulher de Sirlei, Francinaire Firmino da Costa, de 35 anos, também foi presa. A menina é filha da irmã dela, Juliana Alberto da Cruz, de 29. A criança morava com o casal há aproximadamente um ano porque a mãe se mudou para Santa Catarina. Ela voltou ao Rio e ficou impressionada com os ferimentos na filha.

Sirlei deve responder pelo crime de tortura e poderá pegar até oito anos de prisão. Francinaire deve ser indiciada por tortura omissiva e sua pena pode chegar a quatro anos de detenção.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.