Polícia prende homem que estuprava mulheres usando touca ninja

Vítimas eram abordadas durante a madrugada e levadas para locais sem movimentação

iG Rio de Janeiro |

Com uma touca ninja, Zinaldo de Lima Freire Filho, de 34 anos, estuprava mulheres na região da Gardênia Azul e Rio das Pedras, em Jacarepaguá, na zona oeste do Rio. Por estar com o rosto escondido, ele achava que nunca seria identificado e chegou a cometer pelo menos 14 crimes deste tipo, segundo a polícia.

A sequência, no entanto, teve fim nesta quarta-feira (3). Com base em descrições dadas pelas vítimas, como porte físico, a polícia chegou até Zinaldo e o prendeu no Campo de Santana, no centro da capital fluminense.

“Algumas delas reconheceram a tatuagem, outras a anatomia e o porte físico: uma pessoa grande, parruda, gorda, mas não flácida. Algumas reconheceram os lábios e a forma de falar. O porte físico foi um fator determinante”, afirmou o titular da 32ª DP (Taquara), Leandro Aquino.

Crimes

Segundo a polícia, o criminoso furtava um carro geralmente velho e abordava as mulheres durante a madrugada. Ele as ameaçava com uma arma, obrigando as vítimas a entrarem no veículo, e levava-as para locais com pouca movimentação.

Algumas delas chegaram a relatar que o bandido desistiu de estuprá-las ao perceber o amanhecer do dia e a movimentação das pessoas. Investigações apontam que Zinaldo estuprou uma mulher no estacionamento de um supermercado e pelo menos outras cinco em um casarão abandonado conhecido como Barão da Taquara, que fica às margens da Linha Amarela.

Ameaças

De acordo com a polícia, algumas vítimas viram o rosto do criminoso durante a abordagem, já que ele colocava a touca ninja após obrigá-las a ir até o carro. Zinaldo também roubava pertences das mulheres, como celulares e bolsas, recuperados em sua casa, na Gardênia Azul.

Na residência do acusado foram encontrados ainda cartões de memória de máquinas fotográficas, onde estavam imagens das vítimas. Em depoimentos, elas falaram que o criminoso as ameaçava falando que divulgaria as fotos e os vídeos na internet caso fosse denunciado à polícia.

Zinaldo estava cumprindo o regime semiaberto por porte ilegal de arma, na Casa de Custódia de Benfica. Os policiais verificaram que, nas ocasiões das agressões às mulheres, ele não voltava ao presídio. Contra o criminoso também estão expedidos mandados de prisão por estupro, roubo e extorsão.

Assista ao vídeo:

Caso não consiga visualizar as imagens, clique no link abaixo

Polícia prende suspeito de estuprar 14 mulheres no RJ

    Leia tudo sobre: estuproagressão sexualtouca ninja

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG