Polícia investiga rede clandestina de joias no Rio

Último assalto a joalheria foi sexta, em Ipanema, zona sul da cidade

iG Rio de Janeiro |

Comerciantes que compram ouro para derreter estariam receptando joias que foram roubadas em pelo menos cinco assaltos cometidos este ano na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. A informação é de policiais da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) que identificaram um homem que teria participado de pelo menos três assaltos a joalherias – o último ocorrido na sexta (9), na galeria Fórum de Ipanema, na zona sul.

O suspeito, Wellington Fernandes Freitas, que já tem passagem na polícia por tráfico de drogas, já teria assaltado a mesma joalheria em novembro do ano passado e outra no município de Volta Redonda, no sul fluminense, também em 2009. Freitas teria roubado o equivalente a R$ 200 mil na sexta, ao afirmar para as vendedoras que estaria portando uma granada e obrigá-las a entregar todo o mostruário da loja, em uma ação rápida, que durou cerca de cinco minutos.As imagens do circuito interno de segurança da galeria ajudaram na identificação.

Só neste ano já ocorreram assaltos em outros shoppings, como o da Tijuca e da Ilha do Governador, na zona norte; Bangu, na zona oeste; e Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O titular da DRF, Roberto Nunes, acredita que esses crimes estejam abastecendo fabricantes que comprariam o material para revenda. “Estamos investigando várias empresas que fabricam joias para o Brasil e exterior. Elas comprariam o material base de comerciantes que vendem o ouro e pedras preciosas sem nota fiscal”, disse.

Se isso for comprovado, os donos dessas empresas, além de serem autuados em crimes por sonegação de impostos, podem ser indiciados por receptação e formação de quadrilha, cuja pena acumulada pode chegar a 20 anos de prisão. O delegado acredita que a escolha das joalherias não é aleatória. “A maioria é em shopping ou galerias, pois mesmo com câmeras, está fora da vista dos policiais nas ruas e os seguranças não são autorizados a portar armas”.

*reportagem de Bruna Fantti, especial para o iG

    Leia tudo sobre: roubosjoiasquadrilhaassaltos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG