Polícia investiga morte de professor de jiu-jítsu no Rio de Janeiro

Jovem de 24 anos teria sido espancado por quatro homens ao tentar impedir que carro de amigo fosse roubado. Ele morreu ontem

iG Rio de Janeiro |

A Polícia Civil do Rio de Janeiro está investigando a morte do professor de jiu-jítsu Diego Francisco de Oliveira, de 24 anos. O jovem morreu na última segunda-feira (6) no Hospital Getúlio Vargas, na Penha, na zona norte da cidade, após ficar três dias internado.

De acordo com testemunhas, no final da noite de sexta-feira (3), o rapaz teria sido espancado por pelo menos quatro homens ao tentar impedir que o carro de um amigo fosse roubado.

O caso ocorreu na saída de um pagode no bairro de Vila Valqueire, na zona norte. Diego foi levado para o Hospital Carlos Chagas, em Marechal Hermes, mas depois foi transferido para o Getúlio Vargas. O jovem, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, apresentava um quadro de traumatismo crânio-encefálico.

Na semana passada, um estudante de Desenho Industrial foi espancado por vários jovens ao tentar defender um morador de rua que levava uma surra do grupo. O caso ocorreu na Ilha do Governador, na zona norte da capital.

    Leia tudo sobre: jovemmorteespancamento

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG