Vítima estava ao lado do filho de cinco anos quando foi atingida por tiro de fuzil

Policiais civis da Delegacia de Homicídios investigam a hipótese de execução por vingança na morte de Karine Pereira Vitalino da Silva, de 29 anos. A vítima foi assassinada com ao menos um tiro de fuzil enquanto dirigia seu carro na noite do último domingo (26) em Vila Valqueire, zona oeste do Rio de Janeiro.

Agência O Globo
Parte dianteira do carro da vítima ficou destruída
Segundo testemunhas, o Renault Clio que Karine conduzia foi emparelhado por homens a bordo de outro veículo na rua Jambeiro. Cinco tiros foram efetuados e um acertou a cabeça da mulher. Ela estava com o filho de cinco anos ao seu lado.

Após ser alvejada, a vítima perdeu o controle do carro, subiu a calçada e bateu em uma árvore. Nada foi roubado e os suspeitos fugiram em alta velocidade. A polícia busca imagens de um radar eletrônico localizado perto da região do crime para tentar identificar o carro usado pelos criminosos.

De acordo com investigações, a vítima morava perto do local do assassinato e vendia roupas. Policiais apuram denúncias de que ela vivia com um homem suspeito de ter ligação com milicianos.

O filho de Karine não foi atingido por nenhum tiro. O pai, divorciado da mãe do menino, foi ao local do crime buscá-lo e o levou para sua casa. O corpo da vítima está sendo periciado no Instituto Médico Legal (IML).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.