Polícia indicia ex-coordenador da Lei Seca por homicídio no RJ

Ele é acusado de atropelar quatro pessoas em Niterói no mês de agosto e não prestar socorro. Uma delas morreu

AE |

selo

A Polícia Civil indiciou nesta quarta-feira (28) o ex-coordenador da Operação Lei Seca do Rio de Janeiro Alexandre Felipe Mendes por homicídio doloso (quando há intenção de matar) por atropelar quatro pessoas em Niterói, na região metropolitana do Rio. Uma das vítimas morreu.

Após o atropelamento, em agosto deste ano, ele não prestou socorro às vítimas. Horas depois do acidente, Alexandre confessou à polícia que havia bebido vinho.

Na ocasião do fato, ele ocupava o cargo de Subsecretário de Governo da Região Metropolitana. Foi exonerado da função.

O delegado responsável pelo caso, Alexandre Leite, do 81º DP (Itaipu), disse que encaminhou o inquérito ontem para o Ministério Público.

Além de Mendes, o governo do estado exonerou Eloisa Helena Souza da Silva, coordenadora de uma das equipes de fiscalização da Operação Lei Seca. Ela teria autorizado a ida de um reboque ao local no dia do acidente.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG