PF prende oito suspeitos de integrar a cúpula do jogo do bicho no Rio

Entre os presos, segundo policiais, Anísio Abrahão David e o ex-presidente da Liesa Capitão Guimãraes

iG Rio de Janeiro |

Oito pessoas foram presas nesta terça-feira (13) pela Polícia Federal acusadas de integrar a cúpula do jogo do bicho no Rio de Janeiro. A ação foi deflagrada para cumprir a sentença condenatória da Justiça referente à “Operação Hurricane”, realizada há quase cinco anos, em abril de 2007. No total, foram expedidos 10 mandados de prisão. Dois acusados seguem foragidos.

Leia também :

Anísio Abrahão David já havia sido preso outras quatro vezes

Operação Hurricane investigou o envolvimento de ministro do STJ e de desembargador com a cúpula do bicho

Os nomes dos presos não foram oficialmente divulgados porque, segundo a PF, o processo corre em segredo de Justiça. Entre os presos, no entanto, está o patrono da escola de samba Beija-Flor de Nilópolis, Anísio Abrahão David, internado no Hospital Pró-Cardíaco em Botafogo, zona sul da capital fluminense. Ailton Guimarães Jorge, o Capitão Guimarães, ex-presidente da Liga das Escolas de Samba (Liesa), também foi detido na ação.

A PF informou ter recebido a sentença da Justiça Federal na tarde de ontem (12). A decisão judicial é em 1ª Instância e ainda cabe recurso.

De acordo com o superintendente da PF no Rio, Valmir Lemos de Oliveira, entre os oito presos nesta terça-feira também está um policial civil. Um dos detidos na operação cumpre pena em caráter domiciliar por causa da idade avançada. Este seria o contraventor Antônio Petrus Khalil, conhecido como Turcão.

Todos os acusados, segundo a PF, são vinculados a exploração de jogo ilegal e máquinas caça-níqueis no Estado.

Os presos, com exceção de Anísio que está internado e “Turcão” que cumpre prisãodomiciliar, foram encaminhados para o Presídio Ary Franco, em Água Santa, zona Norte do Rio. Segundo a polícia há informações de que dos dois foragidos um estaria em Minas Gerais e o outro no Rio de Janeiro. Equipes estão a procura deles.

    Leia tudo sobre: jogo do bichooperaçãopolícia federal

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG