Polícia fecha "Rocbuster", locadora pirata na Rocinha

Três são presos e mais de 20 mil itens piratas são apreendidos na favela, em operação contra produtos falsificados

Raphael Gomide, iG Rio de Janeiro |

Raphael Gomide
Rocbuster, locadora pirata da Rocinha, foi lacrada pela Polícia Civil nesta segunda
A Polícia Civil apreendeu cerca de 20 mil itens de pirataria no Camelódromo da Rocinha e em uma locadora de filmes piratas na localidade do Valão: a "Rocbuster", mistura do nome da Rocinha com o título de uma grande cadeia mundial de locadoras.

Três pessoas foram presas na operação, da Policiais da DRCPIm (Delegacia de Repressão aos Crimes contra a Propriedade Imaterial) e da DDSD (Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados).

A "Rocbuster" imitava, nas caixas dos DVDs, até o logotipo da cadeia internacional de locação de filmes.

As equipes da Polícia Civil coletaram máquinas de reprodução de filmes, DVDs piratas, roupas, bonés, tênis e brinquedos que estavam sendo vendidos irregularmente nas barracas, que integram o camelódromo, na frente da Rocinha.

Raphael Gomide
Policiais juntam material falsificado apreendido na Rocinha
"Eles fabricavam também os DVDs, e apreendemos as torres de HD", disse a delegada Alice Cunha, da DRCPIm.

Foram necessárias duas pick-ups da Polícia Civil para arrecadar e transportar o material. A locadora irregular "Rocbuster" e os stands com produtos piratas foram lacrados pelos policiais.

    Leia tudo sobre: pirataRocbusterlocadoraDVDsfalsificados

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG