Carros, vans e ônibus estão sendo intensamente revistados; policiais contam com arquivo de fotos dos bandidos

O cerco à Favela da Rocinha foi intensificado na manhã deste sábado (12) por policiais militares do Batalhão de Choque. Eles atuam intensamente nos acessos à favela a fim de evitar a fuga de traficantes que permaneceram no local após a prisão do traficante Nem na última quarta-feira. A comunidade será ocupada na madrugada deste domingo (13) para que receba uma Unidade da Polícia Pacificadora - o que ainda não tem data.

Acompanhe: Saiba quem são os membros da quadrilha de Nem que estão foragidos

Policial revista passageiro de van próximo à Rocinha
Agência O Globo
Policial revista passageiro de van próximo à Rocinha
Apesar da ação policial, o clima na favela é de apreensão . Até o início da tarde deste sábado, não houve registro de conflitos. Moradores circulam pelas ruas e o comércio funciona normalmente. Mesmo assim, há relatos de pessoas que vivem na comunidade de que ainda há traficantes armados no lugar.

Leia mais: Chefe do tráfico da Rocinha era o criminoso mais procurado do Rio

A Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro afirmou que a partir das 9h deste domingo irá acompanhar a ocupação. O trabalho será feito por defensores do Núcleo de Defesa dos Direitos Humanos que além de registrar possíveis denúncias de moradores também vão assegurar assistência jurídica nos casos necessários. O grupo está em uma van no acesso principal da favela a partir das 9h.

Outras notícias: Beltrame diz que criminosos 'mostraram fragilidade'

Associações de moradores da Rocinha informam os moradores que permanecerão de prontidão durante 24h para acompanhar o trabalho da polícia e ouvir relatos de moradores sobre a ação.

Tropa do Batalhão de Choque fechou o cerco nos acessos de entrada e saída da favela
Agência O Globo
Tropa do Batalhão de Choque fechou o cerco nos acessos de entrada e saída da favela

Por isso, as revistas policiais se intensificaram. Motos, vans, táxis, carros de passeio e até mesmo ônibus que passam pelo local são submetidos a uma análise apurada da tropa do Choque. Nem mesmo veículos escolares estão sendo poupados. Os PMs contam com arquivos de fotos dos traficantes conhecidos da região para evitar erros.

Revista intensificada depois que um dos bandidos tentou fugir de táxi, na sexta-feira
Agência O Globo
Revista intensificada depois que um dos bandidos tentou fugir de táxi, na sexta-feira

Até agora a polícia apreendeu oito motos que foram escondidas por traficantes dentro de um condomínio residencial perto da Rocinha, o que resultou na detenção de dois suspeitos, um deles menor de idade.

Outros dois suspeitos também foram presos em flagrante com duas granadas e munição de fuzil 762. Eles foram pegos em um dos acessos da favela que estão cercados: a Estrada da Gávea. Na madrugada outro homem foi preso com um táxi roubado. Segundo os policiais ele seria traficante e tentava fugir da Rocinha.

A revista será feita até o início da ocupação polícial, marcada para a madrugada deste domingo
Agência O Globo
A revista será feita até o início da ocupação polícial, marcada para a madrugada deste domingo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.