Polícia estima que cerca de 500 criminosos estejam no Alemão

Soldados do Exército cercam todos os acessos da favela no início de operação montada para `sufocar¿ os criminosos

Flávia Salme, iG Rio de Janeiro |

O relações-públicas da Polícia Militar, coronel Lima Castro, disse ao iG que aproximadamente 500 criminosos podem estar concentrados no complexo do Alemão, na zona norte do Rio.

“Não existe nada no Rio de Janeiro que tenha o poder de fogo dessa bandidagem aqui”, disse o coronel, questionado sobre o armamento dos criminosos reunidos nessa área.

Segundo Lima Castro, somente na região metropolitana, 21 mil PMS estão na linha de frente de combate aos criminosos.

Na Vila Cruzeiro e no complexo do Alemão estão 400 PMs, de acordo com informação do coronel, sendo 170 deles do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais).

Ele ressaltou que essa tropa conta com reforço de policiais civis e de militares da Marinha e do Exército.

O relações-públicas da PM disse que, com a intervenção da polícia ocorrida nesta quinta (25) na Vila Cruzeiro, cerca de 200 fugiram em direção ao Alemão, reforçando o número de bandidos em situação de combate na favela.

A estratégia é ‘sufocar’

O coronel Lima Castro explicou que agora a Polícia Militar está consolidando o domínio do território da Vila Cruzeiro. O objetivo após o fim dos confrontos é deixar a favela sob os cuidados dos policiais do 16° BPM (Olaria).

Simultaneamente, a polícia inicia o cerco ao complexo do Alemão e já conta com o auxílio do Exército, que fechou todos os acessos à favela. O objetivo é impedir que os criminosos deixem o local.

“Eles estão perdendo força. A polícia está equipada, a tropa está alimentada, com abastecimento de combustível constante e freqüente recarregamento de munições”, disse Lima Castro. “Os criminosos não têm essa logística. As condições deles ficam a cada dia pior.”

Apesar do cerco cada vez mais fechado aos criminosos, contínuas rajadas de tiros podem ser ouvidas da porta do 16º BPM, vizinho à Vila Cruzeiro. Segundo os policiais, os tiros partem dos bandidos.

    Leia tudo sobre: exércitocomplexo do alemãotraficantes

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG