Polícia do RJ apreende 400 veículos durante operação

A polícia apreendeu também uma picape, com blindagem de nível 3, que teria sido abandonada por traficantes

AE |

selo

Chega a 400 o total de veículos apreendidos em poder de traficantes nas operações das forças de segurança no Complexo do Alemão e na Vila Cruzeiro, segundo o delegado Márcio Mendonça, titular da Divisão de Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA). Desse total, 350 são motos. Muitas delas continuavam abandonadas nesta quinta-feira em ruas e vielas do Alemão. Algumas foram depenadas: na Travessa Neves, do bairro Fazendinha, uma Honda nova estava sem as rodas. Perto dali, uma BMW de 1.200 cilindradas continuava intocada.

AE
Polícia Civil recupera a caminhonete usada pelos traficantes para fugir da Vila Cruzeiro, Rio de Janeiro

Vários veículos também estavam abandonados. Peças do motor de uma minivan tinham sido retiradas.

Nesta segunda-feira, a Polícia Civil apreendeu também uma picape, com blindagem de nível 3, que teria sido abandonada por traficantes durante a fuga. O veículo havia sido furtado em junho deste ano e teve a placa clonada. De acordo com o delegado, a maioria dos veículos apreendidos é produto de furto. Para reclamar a devolução, os proprietários devem comparecer à divisão, munidos de documentos.

Hoje, durante todo o dia, armas e drogas foram apreendidas nos locais. Em uma localidade conhecida como Beco da União, na Favela da Grota, policiais encontraram em uma casa cinco fuzis, um rifle e cinco granadas. À tarde, em uma outra vistoria na mesma casa, os agentes descobriram o esconderijo de três pistolas automáticas calibres, 45, 9 mm e PT 380.

Na localidade conhecida como zona do medo, no Morro da Fazendinha, policiais militares do 1º Batalhão de Polícia Militar (PM) apreenderam seis fuzis, cinco granadas, quatro bombas de fabricação caseira, papelotes de cocaína e trouxinhas de maconha. "Tivemos informações de moradores e vasculhamos a área. O material estava escondido sob folhas de bananeira, pois há uma grande plantação no alto do morro", disse o comandante do 1º BPM, Ranulfo Brandão.

Policiais da Coordenadoria de Recursos Especiais da Polícia Civil apreenderam cerca de 3 mil papelotes de cocaína e pedras de crack, na Rua Canitá, nas proximidades da quadra onde era realizado o baile funk patrocinado pelo tráfico de drogas. Até às 19 horas de hoje, a PM não havia divulgado o balanço final das apreensões de drogas e armas.

    Leia tudo sobre: políciatráficofavelas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG