Agentes à paisana realizaram a operação na estação do bairro da Penha, na zona norte da cidade

Policiais civis da Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados prenderam nesta sexta-feira 15 pessoas por impedirem o fechamento das portas de trens na estação do bairro da Penha, na zona norte do Rio de Janeiro. A operação batizada Fecha Porta foi realizada com apoio da Supervia, concessionária que administra o serviço.

Cerca de 20 agentes efetuaram as prisões entre 6h e 9h. Alguns policiais estavam à paisana, posicionados em estações anteriores, sentido Central do Brasil, no Centro da cidade, para flagrar passageiros que impediam o fechamento das portas.

Os detidos foram autuados por crime de perigo de desastre ferroviário. A pena prevista varia de dois a cinco anos de prisão.

A Supervia informou que apoiou a ação Fecha Porta por reconhecer que o problema causa diversos prejuízos para a população que utiliza os trens no Rio. De acordo com a concessionária, quando o maquinista detecta uma abertura de portas, ele reduz a velocidade e pára na estação para aguardar o fechamento.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.