Polícia detém no Rio caminhoneiro que sequestrou e abusou de menores

Ele é acusado de sequestrar e abusar sexualmente de três meninas de 12 e 13 anos

EFE |

Rio de Janeiro, 11 ago (EFE).- Um caminhoneiro foi preso em flagrante nesta terça-feira no Rio de Janeiro, acusado de sequestrar três meninas de 12 e 13 anos e abusar sexualmente de duas delas, além de obrigá-las a se prostituir.

Luiz José da Silva Filho foi detido ontem à noite no bairro de São Cristóvão, na Zona Norte do Rio, segundo o delegado adjunto da 19ª DP (Tijuca), Antônio Furtado. O acusado sequestrou as meninas na noite de segunda-feira(9), no município de Nova Viçosa, sul da Bahia, para levá-las a uma cidade vizinha em seu caminhão.

No entanto ele as manteve no veículo durante os 900 quilômetros de percurso até a capital fluminense. Silva, de 36 anos, abusou de duas das três menores, ameaçando-as de abandono na estrada caso se negassem a ter relações sexuais com ele. O caminhoneiro também chegou a chamar um amigo para oferecer-lhe um "programa sexual completo" com as menores por R$ 50 ou sexo oral por R$ 20, dos quais ele receberia uma 'comissão', explicou o delegado.

O acusado foi detido graças a uma ligação à Polícia feita por uma pessoa que considerou suspeita a presença das menores num caminhão estacionado em uma área pouco habitada. O detido será acusado formalmente pelos crimes de sequestro para fins sexuais, violação de menores e favorecimento de prostituição, que podem lhe valer uma condenação de até 30 anos de prisão.

As menores foram conduzidas a um hospital, onde foram submetidas a exame médico e tratadas com remédios contra a aids, além de pílula anticoncepcional. Em depoimento à Polícia, o caminhoneiro admitiu que teve relações sexuais com duas das menores e alegou que sua intenção era transportar de volta as três meninas a Nova Viçosa.

    Leia tudo sobre: caminhoneiromenoresabuso sexual

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG