Polícia descobre fábrica de caça-níqueis de um dos maiores bicheiros do Rio

Estabelecimento com cerca de 300 máquinas pertencia a Fernando Ignácio

iG Rio de Janeiro |

Jadson Marques/Agência O Globo
Fábrica de caça-níqueis funcionava em Bangu, na zona oeste
Policiais da Delegacia Fazendária (Delfaz) da Polícia Civil do Rio de Janeiro descobriram na manhã desta quinta-feira (5) uma fábrica de máquinas caça-níqueis que pertenceria ao bicheiro Fernando Ignácio, um dos principais contraventores do Estado.

No local, foram achadas cerca de 300 máquinas. O estabelecimento funcionava em Bangu, na zona oeste. Dois funcionários foram presos e disseram que o depósito pertence a Ignácio.

Genro do falecido bicheiro Castor de Andrade, Ignácio disputa com Rogério Andrade, sobrinho de Castor, o controle dos pontos de instalação de caça-níqueis na zona oeste. A guerra já provocou várias mortes nos últimos anos.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG