Polícia apreende armamento com alto poder de destruição em casa do Alemão

Cerca de uma tonelada de drogas e munição também são encontrados na comunidade

Anderson Ramos, especial para o iG |

Próximo ao local onde traficantes fizeram um buraco com cerca de dois metros de diâmetro para impedir a passagem de veículos blindados, a Polícia Civil fez uma apreensão de um fuzil calibre .30, de pelo menos outros dez fuzis, munição de fuzil .50 e uma quantidade muito grande de maconha e cocaína, estimada em uma tonelada.

Neste momento, policiais do Bope estão revistando casa por casa das cerca de 30 mil residências do Complexo do Alemão. Dois helicópteros do Exército e outros dois da Polícia Civil estão sobrevoando a área em voos rasantes e passando informações para os policiais que estão na comunidade.

Muitos suspeitos encontrados nas casas já foram detidos. Eles são levados para uma unidade de força tarefa da Polinter e, caso tenham ficha criminal, serão encaminhados para a 22ª DP, na Penha.

"A guerra não acabou"

“Está preocupantemente tranquilo”, afirma o delegado Marcos Vinícius Braga, da Polícia Civil. Segundo ele, o complexo é conhecido pelo forte poderio bélico e as informações davam conta de que os criminosos iriam sustentar a polícia. “É de se preocupar, mas estamos atentos. A guerra ainda não acabou”, disse.

Parentes das pessoas detidas protestam na frente do gabinete de crise, afirmando que elas não tem nenhuma ligação com o tráfico.

    Leia tudo sobre: violência no riocomplexo do alemão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG