PMs que liberaram atropelador de filho de atriz têm prisão decretada

Comando da PM pediu prisão preventiva de sargento e cabo que teriam recebido propina para desfazer local do acidente e feito ameaças a pai de motorista

iG Rio de Janeiro |

O comandante-geral da PM do Rio de Janeiro, coronel Mário Sérgio de Brito Duarte, determinou no início da noite desta sexta-feira (23) a prisão administrativa do sargento Marcelo Bigon e do cabo Marcelo Leal de Souza Martins, do 23ºBPM (Leblon).

Em nota divulgada à imprensa, o comandante ordenou que a Corregedoria peça a decretação da prisão preventiva dos dois policiais para que eles possam ser removidos pro Batalhão Especial Prisional.

A nota informa que a Corregedoria da PM recebeu da Polícia Civil no fim da tarde uma cópia do depoimento dado por Roberto Bussamra, pai de um dos jovens que atropelaram o músico e skatista Rafael Mascarenhas, filho da atriz Cissa Guimarães.

A decisão de pedir a prisão foi motivada porque, segundo o depoimento do pai do atropelador, "o sargento Marcelo Leal de Souza Martins e o cabo Marcelo Bigon exigiram R$ 10 mil para liberarem o carro avariado e sem placa e ainda desfazerem o local do acidente". Roberto Bussamra disse ainda que "recebeu ameaças dos policiais". Horas depois do acidente, na manhã de terça-feira (20), Roberto disse ter entregue R$ 1 mil aos policiais.

"A Corregedoria irá buscar Bigon e Leal em suas residências e eles serão mantidos presos no batalhão até que a Justiça decrete a prisão preventiva dos dois policiais. Será aberto inquérito policial-militar e os dois passarão por um conselho de disciplina. Os dois policiais deverão ser expulsos da corporação", informou a nota.

O iG contabilizou, a partir das câmeras da prefeitura que monitoram o trânsito na saída do túnel Acústico, onde ocorreu o acidente, o tempo de abordagem dos dois policiais militares ao carro de Rafael Bussamra.

A ação durou exatos sete minutos e sete segundos. Mesmo assim, os PMs afirmaram em depoimento que não perceberam que o carro tinha avarias, por essa razão, teriam liberado o motorista.

    Leia tudo sobre: PMscorregedoriaCissa GuimarãesRafael Guimarães

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG