PMs que evitaram mais mortes em escola serão promovidos

Um dos promovidos será o terceiro-sargento Márcio Alves, que atirou em Wellington

iG Rio de Janeiro |

Os três policiais militares que entraram na Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na zona oeste do Rio de Janeiro, e conseguiram evitar que mais crianças fossem mortas pelo atirador Wellington Menezes de Oliveira, serão promovidos nesta terça-feira (12).

O terceiro-sargento Márcio Alexandre Alves, que atirou em Wellington, será promovido a segundo-sargento. Já os cabos Denílson Francisco de Paula e Ednei Feliciano da Silva passarão a terceiro-sargento.

A condecoração será feita às 9h30 de amanhã no salão nobre do quartel-general da PM. A cerimônia contará com as presenças do vice-presidente da República, Michel Temer, do governador Sérgio Cabral, o secretário de Segurança, José Mariano Beltrame e o comandante-geral da PM, coronel Mário Sérgio de Brito Duarte.

Ocorrido na última quinta-feira (7), o massacre na Tasso da Silveira deixou 12 estudantes mortos. Wellington Menezes se matou com um tiro na cabeça após ser baleado.

    Leia tudo sobre: pmsmassacre de realengopromovidos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG