PMs envolvidos no caso Mascarenhas são soltos no Rio

Os policiais militares envolvidos no caso Rafael Mascarenhas foram soltos por volta das 5h30 de ontem, no Rio de Janeiro

AE |

selo

Os policiais militares envolvidos no caso Rafael Mascarenhas foram soltos por volta das 5h30 de ontem, no Rio de Janeiro. Eles estavam no Batalhão Especial Prisional (BEP), em Benfica. O Tribunal de Justiça fluminense (TJ-RJ) havia concedido, no último dia 17, habeas corpus aos policiais, que cumpriam prisão preventiva.

Mascarenhas morreu no dia 20 de julho após ser atropelado por Rafael Bussamra, no Túnel Acústico, na Gávea, zona sul do Rio de Janeiro. Os PMs abordaram o carro de Bussamra, que tinha marcas de batida, mas liberaram o veículo. Segundo Bussamra, eles cobraram R$ 10 mil para liberar o carro. No dia 5 de outubro, Leal e Bigon foram expulsos da Polícia Militar (PM).

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG