PM tenta evitar que traficantes ocupem favelas em Jacarepaguá

Tráfico busca comunidades que eram controladas por milicianos

iG Rio de Janeiro |

Jadson Marques/Agência O Globo
PMs ocupam o morro do Jordão, em Jacarepaguá
Quatro batalhões da Polícia Militar realizaram operações desde o último domingo (7) em favelas de Jacarepaguá, na zona oeste do Rio de Janeiro, para evitar que elas sejam ocupadas por traficantes.

O alvo principal do tráfico, segundo a PM, é o morro do Jordão, que era controlado por milicianos. De acordo com a polícia, traficantes da favela Camarista Méier, na zona norte, tentaram invadir a localidade mas acabaram expulsos por PMs.

Entretanto, outras comunidades que também eram ocupadas por milícias na região e são alvos dos traficantes, como a Covanca, a Chacrinha e a Caixa D´Água. As milícias que atuam no bairro estão enfraquecidas em razão da prisão de seus líderes nos últimos meses.

Ontem à noite, um traficante que participou da invasão tentou atirar uma granada nos PMs mas o artefato explodiu na sua mão. Ele foi preso e levado para o Hospital Carlos Chagas, em Marechal Hermes, na zona norte.

Participam da ação os batalhões de Jacarepaguá (18º BPM), Rocha Miranda (9º BPM), além do Bope (Batalhão de Operações Especiais) e do Florestal (BPFMA).

    Leia tudo sobre: pmguerra do tráficojacarepaguá

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG