PM é preso no Rio suspeito de extorquir turistas na zona sul

Policiais flagraram estrangeiros com drogas saindo da Rocinha e exigiram R$ 10 mil para soltá-los. Outros três PMs são procurados

iG Rio de Janeiro |

Um policial militar foi preso na tarde desta quarta-feira (16) suspeito de extorquir dois turistas, um israelense e um chileno, que foram flagrados com um tablete de maconha deixando a favela da Rocinha, em São Conrado, na zona sul do Rio de Janeiro, na noite da última terça-feira (15). Outros três PMs estariam envolvidos no caso e ainda não foram encontrados.

De acordo com a Polícia Civil, os estrangeiros foram abordados por PMs que estavam em duas viaturas. Ao realizarem uma revista na dupla, os policiais descobriram a droga. Para não levarem os turistas presos, os PMs exigiram o pagamento de US$ 5 mil ou R$ 10 mil.

Os turistas disseram que não tinham a quantia exigida. Os policiais, então, obrigaram eles a sacarem o dinheiro em um caixa eletrônico mas eles não conseguiram porque o cartão estava bloqueado.

Os PMs foram também até o albergue onde os estrangeiros estão hospedados, em Copacabana, e receberam R$ 350 dos turistas.

Os estrangeiros combinaram com os policiais de entregarem o restante do dinheiro na tarde de hoje no mirante do Leblon, na zona sul. Eles, no entanto, avisaram agentes da Deat (Delegacia Especial de Atendimento ao Turista) que foram ao local e prenderam em flagrante um dos PMs, identificado como Anderson Parahyba, que estava à paisana.

Todos os policiais envolvidos são lotados no batalhão do Leblon (23º BPM).

    Leia tudo sobre: pmpresoextorquindoturistaszona sul

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG