PM do Rio decide demitir policiais suspeitos de furto

Comandante da corporação diz que não vai esperar conclusão das investigações da Polícia Civil

iG Rio de Janeiro |

O comandante da Polícia Militar, Mário Sérgio Duarte, determinou na manhã desta sexta-feira o processo disciplinar de demissão dos dois PMs presos na madrugada suspeitos de participar de uma quadrilha que furtava cabos de fibra ótica. Segundo a corporação, "as evidências que se tem até agora apresentam robustez suficiente para a convicção de que os oficiais estão diretamente envolvidos neste crime".

Os capitães Lauro Moura Catarino, do 2º BPM (Botafogo), e Marcelo Queiróz dos Anjos, do Batalhão de Choque, foram detidos em flagrante em Botafogo, zona sul do Rio de Janeiro, no início da madrugada desta sexta-feira, com outras oito pessoas. O grupo é acusado de furto de cabos de fibra ótica da rede de telefonia e de internet.

O comandante da PM informou que não vai esperar a conclusão das investigações da Polícia Civil. Ele ordenou que o caso seja tratado com prioridade máxima.

    Leia tudo sobre: furtopoliciais militares

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG