Pichadores do Cristo iniciam projeto de faxina

Dupla participa da limpeza do pórtico de entrada do Túnel Novo, em Botafogo, sentido Copacabana

iG São Paulo |

Edmar Batista de Carvalho, de 24 anos, e Paulo Souza dos Santos, de 28 anos, acusados de pichar no último dia 14 a estátua do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, deram início na manhã desta sexta-feira ao Programa Antipichação na cidade.

iG São Paulo
Paulo Souza dos Santos, (d) e Edmar Batista de Carvalho, o Zabo, (e), observados pelo prefeito do Rio, Eduardo Paes
A dupla se ofereceu voluntariamente para inaugurar o projeto, começando com a limpeza do pórtico de entrada do Túnel Novo, em Botafogo, sentido Copacabana, segundo informações da prefeitura. 

Os voluntários aprenderam como fazer a limpeza das paredes do túnel - que teve parceira do Shopping Rio-Sul - utilizando um novo equipamento para a remoção de pichações com jato de gelo seco. A ação contará com a Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb), que vai limpar as duas galerias do túnel e a fachada voltada para a Avenida Princesa Isabel, no Leme. 

O Túnel do Pasmado também receberá os serviços de limpeza. Numa etapa seguinte, o Túnel Velho, nas proximidades do Cemitério São João Batista, terá os mesmos benefícios e a pintura de suas galerias. Além das ações de restauro, o programa inclui a atuação da Secretaria Especial da Ordem Pública, que realizará operação de repressão aos pichadores, os quais, se forem pegos em flagrante, serão conduzidos à Delegacia Policial.

    Leia tudo sobre: cristopichação

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG