As fortes chuvas que atingiram a cidade nesta sexta-feira levaram a jovem Camila Ribeiro a temer uma nova tragédia na região

A lembrança das chuvas que castigaram cidades da região serrana do Estado do Rio há pouco mais de ano, matando quase mil pessoas e deixando centenas de desaparecidos , aterrorizou a jovem Camila Ribeiro, de 18 anos, que trabalha como caixa em uma farmácia no centro de Teresópolis. A cidade foi atingida por um temporal nesta sexta-feira, que deixou cinco mortos e mais de 400 pessoas desabrigadas.

Comerciantes retiram lama de lojas  no centro da cidade
Márcia Foletto/Agência O Globo
Comerciantes retiram lama de lojas no centro da cidade

 Camila diz que estava no trabalho quando a chuva começou. "Na hora, eu me lembrei da tragédia de 2011. O temporal de ontem foi em proporções menores que o do ano passado. Mas, mesmo assim, tive muito medo", afirma a jovem.

 Por conta da chuva, Camila pegou uma carona para voltar para casa, no bairro de Rosário, que também foi bastante atingido. No caminho, ela viu um carro que havia sido engolido por um buraco no asfalto e também um ferro velho desmoronando. "Quando cheguei, muitas pessoas já estavam saindo de suas casas com roupas e colchões em direção aos abrigos da prefeitura", diz.

 Apesar de ter ido à pé para o trabalho nesta manhã, porque não conseguiu pegar um ônibus, ela avalia que as pessoas estão relativamente tranquilas e que o movimento de clientes na farmácia é normal.

Imagens mostram a situação nas ruas após forte chuva

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.