Organização lamenta que assassino de Tim Lopes não esteja preso

Para Repórteres sem Fronteiras, é incompreensível que as autoridades do Rio deixem perdurar essa situação

EFE |

A organização Repórteres sem Fronteiras (RSF) lamentou nesta terça-feira que as autoridades brasileiras ainda não tenham detido o traficante Eliseu Felício de Sousa, o "Zeu", assassino foragido do jornalista Tim Lopes. O criminoso foi flagrado pela "TV Globo" traficando drogas no Complexo do Alemão, na zona norte do Rio de Janeiro.

Zeu, sentenciado a 23 anos de prisão por assassinar o jornalista em 2002 e que recebeu o benefício de visitar periodicamente sua casa depois de cumprir cinco anos da pena, está foragido desde julho de 2007.

"É incompreensível que as autoridades do Estado do Rio de Janeiro deixem perdurar uma situação que insulta a memória de Tim Lopes", declarou a RSF em comunicado, depois da divulgação da reportagem.

Na matéria, segundo a RSF, o criminoso aparece desenvolvendo "sem impedimentos seu negócio de tráfico de drogas na zona norte do Rio de Janeiro".

    Leia tudo sobre: tim lopeszeu

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG