Operação prende 16 pessoas no Rio, São Paulo e Espírito Santo

Detidos são suspeitos de tráfico de drogas. Envolvidos são de classe média alta, diz polícia

Bruna Fantti e Daniel Gonçalves, especial para o iG |

Agência O Globo
Operação prende jovens de classe média alta suspeitos de tráfico de drogas
A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu  nesta quarta-feira 16 pessoas suspeitas de envolvimento com o tráfico de drogas na região metropolitana do Rio de Janeiro; na cidade de São Paulo (SP) e em Guarapari (ES).

Cerca de 80 agentes participaram da operação denominada Consórcio para desbaratar quadrilhas que comercializam maconha e crack. A maioria dos envolvidos é de famílias de classe média alta.

De acordo com a polícia,

Dos 17 mandados de prisão expedidos, 13 já foram cumpridos. Outras três pessoas foram presas em flagrante, de acordo com o delegado Carlos Abreu, da Subsecretaria de Inteligência da Polícia Civil.

De acordo com a polícia, um dos detidos é Pedro Cerqueira Madalena, conhecido como Gordo, que seria responsável por trazer os entorpecentes do Paraguai. O grupo venderia por mês aproximadamente 100 kg de maconha. As drogas eram comercializadas em festas e boates.

Equipes da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) apreenderam em uma mansão em Búzios, que a suposta quadrilha usava para se hospedar, uma lancha, uma motocicleta, um carro, um notebook, nove celulares, agenda telefônica além de pequena quantidade em dinheiro.

Agência O Globo
Pedro Cerqueira Madalena, o Gordo, é preso em mansão em Búzios

    Leia tudo sobre: operação consórciodrogastráfico

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG