Operação do Bope deixa cinco mortos em favela do Rio de Janeiro

Armas e drogas foram apreendidas; um policial ficou ferido durante a ação

iG Rio de Janeiro |

AE
Cerca de 150 policiais do Bope participaram da operação na favela do Jacarezinho
Cinco homens, apontados como traficantes de drogas, morreram em confronto com policiais do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) no final da manhã desta terça-feira (1), na favela do Jacarezinho, zona norte do Rio de Janeiro.

Durante a operação, um policial do Bope foi atingido por estilhaços na perna, mas sem gravidade. A sua identidade ainda não foi divulgada. Nove suspeitos de ligação com o tráfico foram detidos e levados para a delegacia do Engenho Novo (25ª DP).

A operação conta com cerca de 150 agentes e começou por volta das 5h da manhã. Na ação, os PMs apreenderam uma granada, quatro pistolas, cinco carregadores e uma réplica de fuzil feita de papelão. Os policiais ainda fecharam uma central clandestina de TV a cabo e recuperaram 40 motocicletas que seriam roubadas.

Segundo a PM, uma quantidade ainda não contabilizada de cocaína, maconha e crack foi apreendida. Barricadas de concreto foram retiradas pelos policiais com a ajuda de uma retroescavadeira. Na operação, os policiais contam com a ajuda de dois blindados, do modelo "Caveirão".

A PM ainda não confirma, mas a operação teria como intuito a implantação de uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) no local. 

Armas de guerra na zona oeste

No início desta manhã, PMs do batalhão de Bangu (14º BPM) apreenderam um fuzil modelo M-16 e uma metralhadora no conjunto habitacional Fumacê, em Realengo, na zona oeste da capital fluminense. Dois suspeitos de envolvimento com o tráfico foram presos.

    Leia tudo sobre: Bopeoperaçãoviolênciatráfico

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG